Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quem manda calar quem?

por MCN, em 05.11.09
Quem manda calar quem?




Ontem de manhã, 4 de Outubro, poucos minutos após fazer um breve comentário sobre o programa RADIO-PAST do Professor Frank Vermeulen, CIDEUHS, EU, em archport,, recebi no meu mail uma mensagem, de resto similar a tantas outras, mais insultuosas e por vezes ameaçadoras, expedida por um anónimo.


Resolvi endereçá-la para archport, para que os demais participantes do fórum pudessem ajuizar sobre a disparatada interpretação, do meu ponto de vista, que alguns fazem do papel e âmbito do fórum. Arriscar-me-ia, como é óbvio, a que a comunidade em uníssono me mandasse calar.


Bem, mas enquanto não me mandarem calar, eu não me calo. Quem me pode mandar calar é a Administração de archport, cancelando a minha inscrição. E não fará mais do que usar das suas prerrogativas.


Mas fiquei a interrogar-me. Quem manda calar quem? E por que razão tanta gente me interpela para que me cale?


Revi então a minha lista de intervenções em archport, comparando-as com a maioria das restantes. E não enxergo razão para que me mandem calar. A quem estarei a incomodar?


A única razão apontada, até agora, é a de que eu redijo em muito bom Português. E tal incomoda aos que não o compreendem.


Eu não acho que redija em tão bom Português. Mas seria aprovado se passasse a redigir em Chinês? Ou Inglês, simplesmente? Não. Passariam então a reclamar que redigia em mau Inglês.


Mas talvez o argumento seja simulado. Quem poderia ficar tão incomodado com a divulgação da novidade de que, entre nós, já existem equipamentos e dispositivos da mais avançada operacionalidade para proceder a uma exaustiva avaliação não intrusiva do potencial arqueológico de um local? Ou com outras matérias?


Vai-me dando ânimo o facto de o número daqueles que me vão interpelando para que continue, exceder largamente o dos que me mandam calar.


A não ser que alguns tenham vontade e fiquem calados.


Sou um velho republicano democrata. Se a maioria me mandar explicitamente calar em archport eu vou apregoar para o Rossio. E aí sim, posso falar em Português, Chinês ou Inglês, porque ninguém me ouve, passarão todos com muita pressa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30